sábado, 7 de janeiro de 2012

Sobre Toda Forma de Amor

Ontem assisti agarradinha ao meu marido um filme bem interessante chamado "Toda Forma de Amor" (Beginners, no original). Prefiro copiar uma sinopse da internet para não ser acusada de nenhum spoiler, tá? Se é pra me acusar de alguma coisa, use a vara certa: a criminal, darling, e não qualquer vara.

Ah, sim, a sinopse copiada: "Após chegar a fase adulta, Oliver (Ewan McGregor) recebe duas notícias de seu idoso pai Hal (Christopher Plummer), que ele tem câncer terminal, e que ele é gay."

Agora sim, podemos conversar sobre armários, hein? Mesmo esse não sendo o tema central do filme, a direção e o roteiro foram muito cuidadosos nesse ponto. Acho que vale a pena conferir. Não é um filme moralista ou que te jogue em alguma crise existencial. É apenas um filme leve que aborda inúmeras formas de amar e recomeçar (daí o título em inglês).

Abaixo, segue o trailer, mas antes disso, porque não lembar os melhores ângulos de Ewan McGregor?




Essa última é do filme Trainspotting, e pra quem não sabe tem uma cena do gato nuzinho em que dá pra ver tudo, TUDO MESMO. Aliás eu estou super na dúvida se posso ou não postar esse tipo de nu artístico. Não farei do meu blog um site pornô, ok? Para isso, você acessa o pornotube, soloboys ou xtube. Mas há muito no corpo masculino que pode ser apreciado de forma, hum, PLENA, não? O que você acha, darling?

Agora o trailer do filme, como prometido:



Beijos da Scarlet

4 comentários:

Gato Van de Kamp disse...

Super-apio... Eventualmente rola um piru lá no blog, nada artístico.. É famoso q cai na net ou algo q eua che blogavel... Não vejo mala lgum qdo tem um contexto, embora confesso qu até evito (pk contexto pra falar de pinto é o q n falta, o lance é ter moderação...

HOMOTOON disse...

Eu baixei, mas ainda não assisti...
PS: eu jurava que era outro tipo de VARA, é lógico. Hehehe

Otávio disse...

to louco pra ver este filme, nao sei se já baixei, vou procurar e assistir, tipo now.. rs...

vara criminal?? perigosa vc eihn!

Scarlet Iuris disse...

GATO, não há nada como um piru contextualizado. :-) Um dia eu crio uma série só pra isso aqui no blog. Afinal, quem não curte, né, darling?

HOMOTOON, essa vara que você pensou é a especialidade da casa. Mas nessa eu sou sempre absolvida.

OTÁVIO, não brinca comigo que eu te prendo e não solto nunca mais.

Beijinhos pra vocês.